• A A A

O que é a adesão ao tratamento?

A

O acto de tomar a dose correcta de cada medicamento à hora correcta, conforme prescrito, sem saltar nem atrasar uma dose. Grau em que um doente segue uma receita médica. A adesão também pode chamar-se "cumprimento".

adesão
ao tratamento
é a chave para uma resposta óptima ao tratamento. Significa tomar a dose correcta de cada medicamento na altura correcta, conforme o médico receitou. Dá-lhe a melhor hipótese de manter a

Ver Leucemia mielóide crónica.

LMC
sob controlo, prevenindo assim a progressão da doença. Saltar doses pode permitir às células da

Ver Leucemia mielóide crónica.

LMC
multiplicarem-se e causarem sintomas, pelo que tomar o tratamento conforme lhe foi receitado também ajuda a prevenir a

Um estado que ocorre quando a doença de um doente não responde inicialmente ou já não está a responder a um determinado medicamento em particular.

resistência ao tratamento
.
  • A não adesão não intencional ocorre quando se esquece de tomar o seu tratamento ou não pode tomar o seu tratamento por algum motivo. O motivo mais frequente é simplesmente esquecer-se ou não compreender exactamente como ou quando deve tomar um medicamento.
  • A não adesão intencional ocorre quando escolhe por vezes não tomar a sua medicação. 
    • Os motivos mais frequentes para isso acontecer são querer evitar os eventos adversos, ou não querer tomar a medicação quando vai estar com outras pessoas ou ao viajar.
  • Tomar demasiadas doses
  • Tomar as doses na altura errada
  • Não tomar doses suficientes 
  • Decidir fazer umas “férias de medicamentos”, que consiste em parar de tomar a sua medicação durante alguns dias

No entanto, é importante compreender que há consequências quando salta doses, quer isso aconteça de forma acidental ou intencional. Mesmo que omita relativamente poucas doses, como por exemplo 1 ou 2 por mês, pode não atingir a melhor resposta ao tratamento que pode ter3. Outro motivo pelo qual é importante que alguém da sua equipa de cuidados ter conhecimento se por vezes omitir doses é que, se eles notarem alterações na sua resposta ao tratamento mas não souberem que omitiu doses, podem alterar incorrectamente a quantidade de medicação que tem de tomar. 

Os médicos e os enfermeiros sabem que os doentes por vezes omitem doses, quer intencionalmente, quer não intencionalmente. Pode sentir-se à vontade para lhes dizer que omitiu doses, para eles terem a oportunidade de lhe dar conselhos e apoio no sentido de tomar o seu tratamento da melhor forma. 


Referências

  1. Sawyers CL. Even better kinase inhibitors for chronic myeloid leukemia. N Engl J Med. 2010;362(24):2314-2315.
  2. Radich JP. Chronic myeloid leukemia 2010: Where are we now and where can we go? Hematology. 2010;2010:122-128.
  3. Milojkovic D. Improving patient outcomes through optimized treatment adherence – CML Society. 

Aviso de Farmacovigilância Este website não foi concebido e não deve ser utilizado para recolher nem prestar informações de segurança relacionadas com os produtos da Bristol-Myers Squibb. Para notificar um acontecimento adverso a um ou mais medicamentos da Bristol-Myers Squibb, por favor utilize um dos seguintes contactos: Telefone: (+351) 21 440 70 88 E-mail: portugal.medinfo@bms.com. A notificação de acontecimentos adversos pode também ser efetuada através do Portal RAM disponibilizado pelo INFARMED, IP.