• A A A

O que é um ensaio clínico?

Os ensaios clínicos são estudos nos quais se comparam novos tratamentos com os tratamentos actuais. A finalidade consiste em descobrir se o novo tratamento combate o cancro tão bem, ou melhor, que o tratamento actual, e em que condições. Alguns ensaios clínicos testam novas formas de diagnosticar ou prevenir uma doença, de melhorar os tratamentos actuais, ou de avaliar se os novos tratamentos são seguros.

Os benefícios de estar num ensaio poderiam ser percepcionados como:

  • Trabalhar com hematologistas ou oncologistas que conhecem os tratamentos mais recentes para o cancro 
  • Ajudar outros que possam beneficiar de novos tratamentos no futuro
  • Receber o tratamento mais actual para o cancro e os cuidados mais actuais, por parte de peritos de destaque na área (o novo tratamento, se estiver no grupo do ensaio, ou o tratamento habitual, se estiver no grupo de controlo)

Os riscos de participar num ensaio incluem:

  • Eventos adversos desconhecidos
  • Resultados do tratamento desconhecidos

Há quatro etapas de ensaios clínicos – Fase I, Fase II, Fase III e
Fase IV:

  • Os ensaios clínicos de Fase I estudam a melhor forma de administrar um novo tratamento aos doentes de forma segura. O medicamento foi testado em animais, mas ainda não foi testado em seres humanos. É a primeira vez que o medicamento entra no corpo de seres humanos para determinar a melhor dose, com o mínimo de eventos adversos.
  • Os ensaios clínicos de Fase II estudam se um medicamento resulta para um tipo específico de cancro e são conduzidos em grupos mais alargados.
  • Os ensaios clínicos de Fase III estudam um número muito elevado de doentes. Estes estudos são por vezes “em dupla ocultação” e são sempre “aleatorizados”, o que significa que ninguém no estudo e ninguém das pessoas que estão a conduzir o estudo sabe quem está a receber o novo tratamento. Os participantes incluídos são atribuídos aleatoriamente aos medicamentos do estudo.
  • Os ensaios de Fase IV ocorrem depois de um novo medicamento ter sido aprovado, para avaliar a segurança do medicamento numa amostragem alargada de doentes.
Se estiver interessado, pergunte ao seu

Um médico que se especializa nas doenças do sangue, incluindo os cancros do sangue, como por exemplo a leucemia.

hematologista
ou

Um médico que se especializa no tratamento do cancro.

oncologista
se estão a ser conduzidos ensaios próximo de si. Tem de cumprir determinados requisitos para ser aceite num estudo. Caso seja incluído, será informado dos riscos e benefícios do ensaio. Também irá assinar um papel chamado “formulário de consentimento informado”.

Aviso de Farmacovigilância Este website não foi concebido e não deve ser utilizado para recolher nem prestar informações de segurança relacionadas com os produtos da Bristol-Myers Squibb. Para notificar um acontecimento adverso a um ou mais medicamentos da Bristol-Myers Squibb, por favor utilize um dos seguintes contactos: Telefone: (+351) 21 440 70 88 E-mail: portugal.medinfo@bms.com. A notificação de acontecimentos adversos pode também ser efetuada através do Portal RAM disponibilizado pelo INFARMED, IP.